Aluguel de Imóveis,  Aluguel de Temporada,  Aluguel em Imposto de Renda,  Arquitetura,  Comprar imóvel online,  Comunicados,  Dicas de decoração,  Dicas Imóveis,  Dicas para construir casa,  Escritura de Imóvel,  FGTS Imóvel,  Financiamento de Imóvel,  Imóvel Brotas,  Imóvel Jaú,  Imóvel Pederneiras,  Reformas,  Royal Campinas,  Sem categoria,  temporada,  Terrenos em Loteamentos

Como construir casas baratas

O sonho da casa própria é uma realidade que está presente na vida de muitas famílias. Adquirir ou construir um imóvel exige planejamento e muita perseverança para poder enfrentar o principal fator que costuma dificultar a realização desse sonho que é o orçamento reduzido. No entanto, quando se trata de construir um imóvel é possível tomar algumas medidas que podem ajudar a baratear a obra resultando em uma construção mais econômica e encaixando o sonho da casa própria dentro da realidade de cada um. 

O tamanho ideal de sua casa

É uma questão obvia, quanto maior for o projeto de sua casa maior será seu custo. Portanto cuide para que ela seja planejada para atender as necessidades de moradia de sua família. Construir cômodos e andares em excesso ou até mesmo optar por áreas adicionais, como coberturas para o carro ou um anexo no quintal, pode não ser a escolha certa para o momento. Centre-se na construção básica, ou seja, aquela que quando finalizada já permitirá que você e sua família entre para morar. Mantenha outros desejos, como uma área de lazer com churrasqueira por exemplo, para um projeto futuro. 

Dimensionamento do projeto 

É essencial contar com um engenheiro civil ou arquiteto para calcular o dimensionamento correto da estrutura da construção evitando assim o desperdício de materiais e consequentemente de dinheiro. Garantir uma boa elaboração do projeto irá otimizar a utilização do espaço e o dimensionamento dos ambientes internos. Opte por uma estrutura com menos paredes e mais ambientes integrados, isso irá garantir uma economia tanto em material quanto em mão de obra. Eliminar a laje também pode ser uma opção, já que a mesma é um elemento que representa uma grande carga estrutural e que torna necessário um reforço de fundação, pilares e vigamento, o que significa um incremento no orçamento da obra. 

Acabamentos

Essa é uma etapa da construção que pode encarecer muito sua obra, portanto evite a tentação de escolher acabamentos de luxo ou as últimas novidades do mercado. Dê preferência para acabamentos mais em conta mas com boa qualidade

  • Piso: O material mais em conta ainda são os tradicionais pisos cerâmicos, que podem ser encontrados com ótimos preços e boa qualidade em pontas de estoque de algumas lojas. Na hora da instalação atente-se para que o contrapiso esteja completamente regulado e nivelado, eliminando assim gastos excessivos com argamassa, e evite recortes no piso com um bom planejamento de assentamento. 
  • Paredes: Aplique os azulejos na cozinha até uma altura de 1,80 m nas áreas que possam entrar em contato com a água e para o banheiro foque a aplicação até o teto somente no interior do box e, se preferir, no restante das paredes até o 1,50 m. O restante das paredes finalize com pintura epóxi. 
  • Pintura: Elimine a etapa da massa PVA e massa acrílica e realize a pintura somente com selador, tinta acrílica e tinta PVA. Ainda existe a opção de manter o acabamento dos tijolos ou blocos aparentes em algumas áreas como efeito decorativo.

Parte hidráulica

Ainda na fase do projeto planeje para que, se possível, a disposição da cozinha, área de serviço e banheiros coincidam em uma área específica e próximas uns dos outros a fim de otimizar o projeto hidráulico e diminuir gastos com a compra de tubulações. Escolha o volume da caixa d’água baseando-se na quantidade de pessoas de sua família e instale-a, se possível, embaixo da cobertura evitando-se assim mais gastos estruturais. Construa as caixas de gordura, de passagem e fossa séptica em alvenaria, já que as compradas prontas tem um custo mais alto. 

Parte elétrica

É possível economizar um valor considerável se tomamos alguns cuidados com a instalação elétrica da construção. É importante garantir o desenvolvimento de um bom projeto elétrico, com um dimensionamento correto de bitolas dos fios, tomadas, interruptores e pontos de luz, conseguindo assim reduzir os gastos com a compra de materiais e evitando desperdícios. Opte por utilizar o padrão monofásico disponibilizado pela concessionária de energia, não utilize interruptores paralelos, prefira interruptores e tomadas sem modulação e soquetes simples.

Aberturas

Nesse ponto é importante levar em consideração a qualidade dos materiais com os quais são fabricadas as esquadrias. As esquadrias de aço apresentam um preço um pouco mais em conta do que os outros modelos do mercado e é possível encontrar marcas com uma ótima relação de qualidade e preço. Para as portas internas optar por modelos com acabamento laminado pode ser uma alternativa mais econômica. 

Cobertura

A parte mais cara de uma obra é a construção do telhado portanto economizar nessa parte irá salvar um valor considerável em seu orçamento. Na hora de desenvolver o projeto opte por uma cobertura embutida ou mais simples, com poucas águas e sem muitos efeitos estéticos, dessa forma economiza-se com a utilização de rufos, pregos, madeira e mão de obra. Escolha materiais mais baratos como as telhas de barro tipo romana ou de fibrocimento que podem ajudar a diminuir os gastos com a cobertura.

Blocos de concreto ou tijolos cerâmicos?

Os blocos de concreto vêm apresentando várias vantagens no âmbito da construção residencial. Além de ser um material mais em conta em algumas regiões do país eles também possibilitam economizar com a obra em vários outros fatores.  As construções realizadas com blocos de concreto tem seu tempo de execução reduzido, o que permite economizar em mão de obra, e ainda existe a opção de eliminar a etapa do reboco, aplicando a tinta ou assentando azulejos diretamente sobre os blocos. A tinta aplicada diretamente sobre os blocos apresentará um acabamento mais rústico que pode ser utilizado como detalhe decorativo, da mesma forma que manter os tijolos ao natural para conseguir um visual mais moderno e atual. 

Conclusão  

A construção de uma casa barata irá depender de um conjunto de fatores e o principal deles é o planejamento, que deve começar com o desenvolvimento do projeto por um bom profissional, a pesquisa de preço e a contratação de uma equipe de mão de obra qualificada e competente. Optar pelo reaproveito de materiais, abrir mão de acabamentos luxuosos e caros e não alterar o projeto durante a execução da obra também são fatores que podem colaborar para a construção de uma casa mais econômica. Coloque tudo na ponta do lápis antes de começar e, junto com seu arquiteto ou engenheiro, busque alternativas viáveis mas que não coloque em risco a qualidade da construção. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp Contato Whatsapp