Jaú é a Cidade menos violenta do Brasil

É o que mostra o Atlas da Violência 2019; índice considera taxa de homicídios em municípios com mais de 100 mil habitantes

Jaú – A cidade de Jaú (47 quilômetros de Bauru) foi elencada como a cidade menos violenta de todo o Brasil pelo “Atlas da Violência 2019 Políticas Públicas e Retratos dos Municípios Brasileiros”.

Lançado nesta quinta-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o estudo considera as taxas de homicídios em 310 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes. Botucatu (100 quilômetros de Bauru), que até o ano passado figurava entre as dez cidades menos violentas, de acordo com a mesma análise, caiu para o 34.º lugar. Bauru, que já chegou a ser o 16.º da lista ocupa, hoje, a 38.ª colocação (leia mais abaixo).

Os comandos da polícias Civil e Militar em Jaú comemoraram os dados e atribuem o índice a uma proximidade maior no relacionamento entre as corporações. A capacitação diferenciada da PM, que incentiva operações pontuais em locais de risco também é elencada.

Os dados analisados são de 2017, quando Jaú teve quatro mortes no ano todo.

O RANKING

No ranking dos dez municípios menos violentos, todos são paulistas. Jaú é seguida por Indaiatuba e Valinhos.

Já entre os mais violentos estão Maracanaú (Ceará), Altamira (Pará) e São Gonçalo do Amarante (Rio Grande do Norte).

A pesquisa considera mortes violentas intencionais, tomando como referência o município de residência da vítima.

Ligado ao Ministério da Economia, o Ipea diz que “os indicadores de desenvolvimento humano nas cidades menos violentas são parecidos com os de países europeus desenvolvidos. Enquanto que, nos mais violentos, o perfil socioeconômico remete aos países latino-americanos ou africanos: as pessoas, em geral, não têm acesso à educação, desenvolvimento infantil e mercado de trabalho”.

ANÁLISE

O comandante do 27.º Batalhão da PM tenente-coronel Fabiano Serpa diz que Jaú possui um planejamento operacional diferenciado de outras cidades, com cursos de capacitação que incluem ações policiais em locais de risco e nos horários em que há mais probabilidade de delitos.

“Toda essa nossa movimentação evita crimes”, cita Serpa. “A parceria grande entre as polícias também é algo que facilita a identificação e prisão em menor tempo”, acrescenta o tenente-coronel.

Delegado Seccional de Jaú, Ricardo Dias também considera o maior diálogo entre as polícias Civil, Militar e Técnico-científica como fator que impacta positivamente na cidade. “Nosso índice de esclarecimento de homicídios é alto”, pontua.

“Mas é evidente que outras variáveis devem ser consideradas. Não dá para dormir com janela e porta aberta em Jaú contando que nada irá acontecer, este é um índice a ser comemorado, mas que não pode nos deixar confortáveis”, finaliza o delegado.

Bauru e Botucatu despencam no ranking

No ano passado, Bauru aparecia no ranking do Ipea como a 16.ª cidade menos violenta, com taxa de homicídio de 8,7. Neste ano, a cidade caiu para a 38ª colocação, com índice de 11,7, depois de registrar 42 homicídios.

Botucatu também derrapou no estudo. Em 2018, o município figurava entre as dez menos violentas, mas caiu para 34.º lugar, após registrar 9 homicídios.

Bauru e Botucatu

No ano passado, Bauru aparecia no ranking do Ipea como a 16.ª cidade menos violenta, com taxa de homicídio de 8,7. Neste ano, a cidade caiu para a 38ª colocação, com índice de 11,7, depois de registrar 42 homicídios. Botucatu também derrapou no estudo. Em 2018, o município figurava entre as dez menos violentas, mas caiu para 34.º lugar, após registrar 9 homicídios.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/noticias/regional/2019/08/557577-jau-e-a-menos-violenta-do-brasil.html

Como restaurar pisos de madeira – Imobiliária Gabriel

É algo natural, os pisos de madeira maciça acabam sofrendo com as ações do tempo. O trafego constante e a utilização dos ambientes fazem com que o material se desgaste e acabe riscando nas áreas de circulação ou embaixo dos móveis. Outro fator que compromete o visual do piso é o acumulo de cera por muitos anos, camuflando a cor original da madeira com um acabamento escuro e feio. Antes de se desesperar e pensar em retirar o piso maciço que você tem em casa e substituir por outro material mais moderno saiba que é possível restaurá-lo e fazer com que seu piso pareça como novo. Saiba mais!

Por que restaurar?

A madeira é um material nobre, que encanta e aporta um visual aconchegante e bonito para os ambientes. Contar com um piso de madeira maciça é uma sorte, já que, mesmo que ele esteja muito desgastado, riscado e com acumulo exagerado de verniz e cera, é um material que pode ser restaurado. A restauração de um piso de madeira pode fazer com que o mesmo volte a ter o visual inicial ou até mesmo ser personalizado ganhando uma cara nova. E, convenhamos, nenhum revestimento reluz tão lindamente em um piso como a madeira.

Quais pisos podem ser restaurados?

Para que um piso de madeira seja restaurado é preciso garantir que o mesmo seja composto de madeira maciça. Ou seja, pisos como os laminados por exemplo, não podem ser restaurados já que em realidade eles não são feitos 100% em madeira mais sim possuem uma película em sua superfície que simula este acabamento. Sendo assim, se você conta com um piso de tacos, parquet ou assoalho por exemplo pode restaurá-los e deixá-los novinhos em folha!

 Como é feita a restauração?

Tudo irá depender das condições do seu piso, do resultado que se espera e do profissional contratado. Para ser restaurado o piso preciso estar livre de infiltrações, estufamentos e bem presos no contrapiso. No caso dos tacos é preciso verificar se existem peças soltas e repará-las antes de iniciar o processo. Basicamente a restauração trata-se de realizar a raspagem e o lixamento do piso, removendo as camadas de cera e verniz e exibindo a cor e o acabamento original da madeira. Outra opção pode ser personalizar o piso depois de raspado através de vernizes mudando sua cor original.

 Quais os cuidados com seu piso de madeira?

A limpeza de um piso de madeira deve ser realizada de maneira delicada e cuidadosa. Deve-se evitar a utilização de produtos abrasivos e optar por escovas macias, detergente neutro e um pano úmido, quase seco. Verifique com o profissional de restauração quais são os produtos específicos para madeira que você pode utilizar em seu piso e qual a frequência de uso. Dessa maneira você evita o acumulo de ceras e outros materiais que podem voltar a comprometer o visual do seu piso.

Quais as vantagens de restaurar?

As vantagens da restauração de um piso de madeira são bem claras. A primeira delas é poder contar com um visual único, bonito e o clima aconchegante que um material como este aporta a decoração. Outro detalhe importante é a economia, já que retirar o piso antigo e instalar um novo material acabará saindo muito mais caro. O piso de madeira é um material que valoriza seu imóvel, o que pode representar uma vantagem muito grande se um dia você pretende vende-lo

12 Modelos de Closets para Você Organizar suas Roupas

12 Modelos de Closets para Você Organizar suas Roupas

closet não é mais um privilégio para poucas pessoas, é uma parte da casa próxima ao quarto que pode ser encontrada em diversas residências, assim como o guarda roupa. O closet é perfeito para deixar o ambiente organizado, armazenar suas roupas, acessórios, sapatos e maquiagens. O closet não é um espaço exclusivamente feminino, vários homens utilizam muito esses espaços para armazenar seus pertences.

Uma parte muito importante na hora de montar o seu closet é medir todo o espaço que ele irá ocupar, lembrando-se que é necessário deixar um espaço livre para a circulação e trocas de roupa, por exemplo. Recomendamos que escolha móveis claros no seu ambiente, principalmente se ele for um closet pequeno.

Para otimizar ainda mais o espaço, as portas de correr são as mais indicadas para os vários modelos de closets, seja um closet pequeno ou um closet mais espaçoso. Não se esqueça das prateleiras e nichos, eles podem ajudar muito também.

1. Os modelos de closet com armários sem portas é muito utilizado também

Um costume bem bacana é iluminar os nichos e prateleiras, inclusive dos armários. Isso vai deixar o ambiente mais luxuoso e elegante. Você pode instalar alguns spots de luz branca para iluminar o local de maneira mais adequada.

2. Uma iluminação faz toda diferença, principalmente na área dos acessórios

Os sapatos merecem um espaço especial, nada de colocar um em cima do outro.  Seus sapatos merecem um lugar especial no se closet, se ordená-los por estilo e cor ficarão lindos visualmente na decoração do closet. Você pode coloca-los em nichos ou em uma sapateira moderna.

3. Os sapatos organizados no closet ficam lindos

4. Closet pequeno com porta espelhada é uma forma de apliar o espaço

5. Alguns modelos de closet são capazes de dar muito mais elegância e conforto ao quarto

6. Closet discreto do tipo corredor aproveita muito o espaço

7. Colocar papel de parede no ambiente deixa o cômodo muito mais romântico

8. O ideal de um closet é ter bastante espaço e divisões para guardar suas coisas

9. Organização é essencial para manter qualquer modelo de closet com sua função

10. Uma fenda para uma iluminação continua é uma ótima opção para os closets pequenos

11. Use o mesmo tipo de cabides no seu closet para que fique visualmente agradável

12. Gavetas também são ótimas opções para os sapatos

12 Modelos de Home Office Pequeno para Inspirar Você HOME OFFICE

POR NATALIA SANTOS JUNHO 5, 2018

Ter um cantinho para trabalhar e estudar e até mesmo um cantinho de leitura em casa é o sonho de muita gente, porém, com as casas cada vez menores esse sonho parece distante. Mas hoje nós vamos te mostrar dicas de como ter um home office pequeno para transformar a sua rotina e deixá-la mais organizada.

1. Saiba como ter um home office pequeno

Dicas para ter um home office pequeno

Em apartamentos e casas pequenas é normal que não tenha um espaço exclusivo para fazer um home office, por isso é bem comum que ele fique em um canto da sala  ou mesmo que seja feito um home office no quarto.

2. É comum que o home office pequeno divida espaço com algum outro cômodo da casa

Para que o seu home office no quarto, na sala ou em qualquer ouro cômodo da casa fique em perfeita harmonia com o restante do ambiente decorado é interessante investir em um projeto de home office pequeno planejado.

3. Lindo home office pequeno planejado com estilo clean e minimalista

O home office pequeno planejado é bom por diversos motivos. Ao optar pelo home office pequeno planejado você consegue garantir mais espaço para manter suas coisas de trabalho e estudo organizadas, o home office pequeno planejado também será feito para combinar com o restante da decoração de sua casa, além do home office pequeno planejado ser feito para caber perfeitamente naquele espaço destinado a ele.

4. Decoração com home office pequeno planejado

Para quem possui um espaço atrás do sofá o home office pequeno na sala é uma excelente opção, mas lembre-se que é preciso deixar um espaço para manter a circulação pelo ambiente, por isso o home office pequeno na sala não pode receber uma mesa muito grande.

5. O home office na sala pode ser instalado logo atrás do sofá.

Para ambientes muito pequenos os móveis retráteis são as melhores escolhas. Para montar um home office pequeno na sala de estar procure por esses modelos de móveis que podem ser fechados logo após terminar o trabalho, assim como no home office pequeno na sala logo abaixo.

6. Móveis retráteis são excelentes escolhas para um home office pequeno na sala

O home office pequeno na sala também pode vir acoplado à estante ou  a rack, assim como o home office pequeno planejado na imagem a seguir.

7. Home office pequeno na sala acoplado com a estante

Apesar de ser possível montar um home office pequeno na sala, o home office no quarto é mais utilizado, provavelmente por ser um espaço mais íntimo e com menos movimentação, o home office pequeno no quarto é tão escolhido, assim é possível trabalhar e estudar mais tranquilamente e em silêncio.

8. Decoração com modelo de home office pequeno no quarto planejado

Para o home office pequeno no quarto há diversas ideias, uma delas consiste em uma cama tipo  beliche onde a parte de baixo se transforma em um home office no quarto com direito a várias gavetas e bancada para trabalhar, essa é uma excelente ideia de escrivaninhas para quarto.

9. Modelo de cama beliche com escrivaninha embaixo para home office pequeno no quarto.

Em um quarto bem compacto opte por usar uma mesa de canto com design pequeno, assim é possível utilizar bem o ambiente sem ocupar muito espaço para o seu home office pequeno no quarto.

10. As mesas de canto são excelentes para o home office pequeno no quarto.

Para manter o home office no quarto bem organizado, utilize prateleiras e nichos, esses itens são ótimos para organizar livros e materiais de papelaria.

11. Nichos e prateleiras são itens essenciais para manter a organização de seu home office pequeno no quarto

Móveis com divisórias e gavetas também pode te auxiliar na organização e praticidade quando o assunto é home office pequeno planejado.

12. Prefira móveis com gavetas e divisórias para manter o seu home office pequeno planejado sempre bem organizado

Como cobrir azulejos antigos

Como cobrir azulejos antigos

Para quem procura uma alternativa rápida, prática e econômica para dar uma repaginada em algum ambiente da casa saiba que cobrir os azulejos antigos pode ser a opção certa para você. É um ótimo recurso para ser aplicado em casas ou apartamentos alugados ou para quem gostaria de substituir aquele azulejo velho, desgastado e com estampas antigas mas que no momento não conta com um orçamento suficiente para realizar uma reforma mais complexa com a retirado dos azulejos anteriores. Existem várias maneiras de colocar esse ideia em prática e hoje trazemos algumas opção para você escolher a que mais se adapta a seu espaço e dar cara nova para os azulejos do seu banheiro, cozinha ou qualquer outro ambiente.

Azulejo sobre azulejo

Apesar de soar um pouco duvidoso é possível aplicar azulejo sobre azulejo. É um processo confiável e quando aplicado da maneira correta resulta com um acabamento perfeito. Para realizar esse procedimento é necessário que o revestimento antigo esteja intacto, ou seja, que não possua rachaduras, peças descoladas, estufadas ou soltas, e utilizar uma argamassa especifica para a sobreposição de azulejos cerâmicos. Para realizar esse procedimento é importante contar com profissional muito bem qualificado pois o acabamento deve ser primoroso, considerando que a aplicação do novo azulejo irá elevar a espessura da parede pelo menos dois centímetros. É um recurso recomendado para áreas menores como lavabos ou para paredes sem instalação de interruptores ou outros detalhes que dificulte o acabamento.

Adesivo vinílico

Os adesivos vinílicos para azulejos estão em alta na decoração de interiores. E isso porque com eles podemos mudar o visual da cozinha ou banheiro sem maiores esforços e com um resultado super atual e colorido que remete ao efeito criado pela utilização dos ladrilhos hidráulicos. Eles são aptos para ambientes úmidos mas o contato direto com a água deve ser evitado, portanto certifique-se de aplicá-lo sobre o rodapé do piso, o rodapia da bancada e evite o interior da ducha. Para realizar a limpeza utilize apenas um pano úmido com algumas gotas de detergente neutro, evitando escovas, álcool e produtos abrasivos.

Tecido adesivo impermeável

Outra opção prática e original para quebrar a monotonia de um azulejo antigo e sem graça é aplicar os tecidos adesivos. É possível encontrar esse material com várias estampas e tamanhos e na hora da compra é importante atentar-se para que o modelo escolhido seja a versão impermeável, apta para áreas úmidas como banheiro e cozinha. Assim como os adesivos vinílicos sua aplicação deve ser restrita a áreas onde o tecido não entre em contato direto com a água.  Esse tipo de tecido é aplicado através de uma cola já presente na composição do produto e que vem protegida por um liner que deve ser removido no momento da aplicação. Sua impermeabilidade protege o tecido contra o acúmulo de sujeira como gordura e outros detritos, tornando sua utilização apta também para o ambiente da cozinha. Para proceder a limpeza diária basta utilizar um pano úmido e detergente neutro.

Pintura

A aplicação da tinta diretamente sobre os azulejos irá colorir a superfície por completo eliminando as imagens mas deixando transparecer os rejuntes e texturas, caso seja uma peça com detalhes em relevo. É um recurso barato, de aplicação rápida mas que merece algumas ressalvas para que a pintura resulte bonita e duradoura. É extremamente importante realizar a pintura com tinta epóxi ou com uma tinta específica para a pintura de azulejos, esses tipos de tintas tornam o procedimento apto até mesmo para as áreas molhadas, como o interior do box, evitando que a superfície descasque. Para realizar a pintura a superfície cerâmica e os rejuntes devem estar limpos, sem vestígios de sujeira, gordura ou mofo, e as falhas como perfurações ou pequenas trincas devem ser niveladas com massa acrílica. Uma pintura feita com produtos e materiais de qualidade pode durar até cinco anos em perfeito estado.

Textura

A textura também pode ser aplicada para cobrir os azulejos antigos, com elas conseguiremos criar nas paredes diversos efeitos que vão desde o tradicional grafiato rústico até efeitos mais específicos que simulam a madeira, linho, camurça, mármore, etc. A aplicação da textura envolve todo um processo específico que deve ser realizado por um profissional experiente para que o efeito texturizado tenha um acabamento perfeito e bonito. Para realizar a aplicação é necessário limpar bem a superfície dos azulejos e nivelar os rejuntes com massa acrílica. Antes de espalhar a massa própria para textura recomenda-se aplicar um fundo fosco com tinta acrílica para uma melhor aderência do produto. Com a textura criada a parede já está pronta para receber a pintura com as cores escolhidas para decorar e criar o efeito desejado em seu ambiente.

Massa acrílica

A massa acrílica possibilita nivelar a parede de azulejos eliminando os rejuntes, e qualquer sinais de relevo que as peças cerâmicas possam apresentar, conseguindo assim um aspecto liso de parede em alvenaria comum. A aplicação deve ser feita por um profissional e seguir um processo especifico que envolve a limpeza dos azulejos, correção das imperfeições e posteriormente a aplicação de três camadas de massa acrílica intercaladas com o lixamento para um acabamento perfeito. Com os azulejos perfeitamente cobertos já é possível realizar a pintura da parede normalmente, e para um resultado mais duradouro utilize a tinta acrílica que é mais resistentes e de fácil limpeza.

Combinando as técnicas

Conhecendo as possibilidades de renovação dos azulejos é possível combinar as técnicas para repaginar sua cozinha, banheiro, copa, lavabo, área de serviço ou qualquer outro local que possua paredes revestidas por azulejos. Invista em produtos e em mão de obra de qualidade para que o resultado esteja dentro do esperado. Aproveite para trazer um toque original, moderno e cheio de cor para seus ambientes. A aposta para a renovação dessa cozinha foi combinar a pintura dos azulejos, com uma composição em preto e branco, junto com a aplicação de adesivos na parede da bancada. O resultado foi um ambiente cheio de personalidade e repaginado de forma rápida, barata e prática.

Horta Vertical: 10 Inspirações e Dicas para Você Fazer a Sua

Horta Vertical: 10 Inspirações e Dicas para Você Fazer a Sua

Para os amantes de plantas e do verde, fazer um jardim ou uma horta vertical é uma ótima maneira de levar a natureza para dentro de casa. E, mesmo que a sua casa ou apartamento não tenha tanto espaço livre, ainda assim é possível fazer uma hortinha.

Para ter uma horta vertical, basta ter uma parede livre onde bata sol por pelo menos três horas por dia. Ou seja, possivelmente é muito mais fácil do que você imaginava – e a seguir vamos dar ótimas ideias para você fazer a sua própria horta vertical!

1. Esse tipo de horta vertical suspensa feita com madeira e vasos de barro, por exemplo, pode ser feita por você mesmo

Dicas gerais para ter uma horta vertical

Antes de iniciar a montagem da sua horta vertical, meça o espaço onde você deseja fazê-la. Se você deseja possuir um jardim vertical grande, é aconselhável contratar um paisagista para medir e fazer os cálculos necessários para não danificar a estrutura da parede de sua residência. Depois, decida quais tipos de plantas você deseja ter na sua horta.

2. O jardim vertical feito de madeira deixou a varanda muito mais confortável e ainda mais bonita. Projeto por Conceição Estrela

Para escolher as plantas para a sua horta vertical, você deve analisar quanto tempo de sol elas precisam e também se as raízes delas crescem muito. Afinal, na horta vertical não há muito espaço para as raízes se espalharem e, se você dispor de um local que não recebe muita luz solar, é melhor procurar plantas que preferem esse tipo de ambiente.

3. A horta vertical em canos de PVC suspensos é fácil de fazer e fica lindo na decoração

Dependendo do tipo de horta vertical que você deseja ter, pode ser necessário preparar a parede onde ela ficará. Em alguns casos, pode ser interessante cobrir com um plástico ou folhas de PVC para proteger a parede da água e dar suporte para a horta. Se você for utilizar canos de PVC ou outros tipos de vasos suspensos, isso pode não ser necessário.

4. Corredor com horta vertical em canos de PVC pintados de laranja

Tipos de horta vertical

Existem alguns tipos de jardins e hortas verticais, sendo os mais populares os de bolso, bandeja, vasos de barro e de materiais recicláveis. O tipo escolhido varia do estilo de decoração, espaço disponível, da disponibilidade de recursos e do tipo de plantas que você deseja ter em sua residência.

5. Pequena horta vertical em potes de vidro presos em pedaços de madeira

Além disso, é necessário verificar o tipo do sistema de irrigação, se será automático ou manual. A terra seca mais rápido nas hortas em vasos, por exemplo, por isso as regas devem ser diárias, preferencialmente. Caso opte pela irrigação manual,uma dica para saber quando realizar a irrigação é colocar o dedo na terra: se ela estiver úmida, não precisa molhar.

6. Para aqueles que possuem mais habilidades com plantas, é possível arriscar e plantar algumas leguminosas na horta vertical

E, dependendo do tipo de horta vertical escolhido, é interessante dispor as plantas que gostam de menos água em cima e as que gostam mais embaixo. Dessa forma, os vasos de baixo ficam mais encharcados.

7. Uma forma criativa de reutilizar latas de alumínio na horta vertical

 Plantas para horta vertical

Para decidir o que plantar na sua horta vertical, primeiro você deverá ter decidido já onde vai ser a horta. E considere também o seu tempo livre e disposição para cuidar das plantas!

8. Alguns lugares vendem suportes próprios para fazer hortas verticais

Caso você esteja disposto a se dedicar mais às plantinhas, pode escolher espécies que precisam de muita água e, por isso, podem necessitar de rega diária. Alguns exemplos são o orégano, a segurelha e a hortelã.

9. Você pode fazer composições diferenciadas para a sua horta vertical

Por outro lado, caso não possa ou não queira esse compromisso, as plantas que gostam menos de água são, com certeza, uma melhor alternativa. Algumas boas opções são o alecrim, a lavanda e a salsinha.

10. A horta vertical feita com garrafa PET é uma forma bem sustentável e barata de fazer a sua horta em casa

4 RAZÕES PARA COMPRAR UMA CASA ANTIGA E RESTAURÁ-LA

A procura por boas oportunidades no mercado imobiliário acaba, cedo ou tarde, esbarrando em ofertas de imóveis usados. Com elas, surgem as dúvidas sobre potenciais vantagens de se comprar uma propriedade antiga e reformá-la. Visando clarear algumas questões, mostraremos, a seguir, as quatro vantagens mais proeminentes:

1) Valor reduzido
Geralmente, quanto mais antigo o edifício, mais reduzido o valor da sua aquisição. Além disso, o comprador faz um investimento mais certeiro, pois sabe que não corre risco de ter sua casa desvalorizada: o imóvel e seus arredores são mais estáveis. O risco de se adquirir um apartamento antigo e, em seguida, ter a vista da janela prejudicada por uma nova construção, por exemplo, é menor. É possível encontrar boas oportunidades em leilões online, onde há oferta de imóveis usados abaixo do valor praticado pelo mercado imobiliário.

2) Espaço
Basta olhar os panfletos distribuídos nos semáforos para constatar que os imóveis construídos atualmente estão ficando cada vez mais compactos. Antigamente, os imóveis eram projetados e construídos para famílias maiores, prevendo grande movimentação por todos os cômodos da casa, por isso, todos os espaços tendem a ter uma metragem maior, com janelas amplas e pé-direto alto. Sem falar no charme das vigas aparentes, piso de taco de madeira, tijolinhos aparentes e outros pontos menos frequentes em lançamentos atuais, mas que ainda podem ser encontrados nos imóveis antigos.

3) Localização
Imóveis construídos há mais tempo costumam estar localizados em pontos centrais de cidades ou bairros mais antigos, com infraestrutura consolidada. Normalmente, essas propriedades são cercadas de comércios, bancos, escolas, clínicas e demais comodidades oferecidas em um bairro central.

4) Personalização
É comum que propriedades em empreendimentos recém-lançados sejam entregues aos moradores com uma decoração padrão, que inclui, por exemplo, revestimentos, pisos, louças, gesso etc. Só que, muitas vezes, esses itens não combinam com o gosto do comprador, que acaba pagando em dobro: ao comprar o imóvel novo – com o valor de todos esses acabamentos embutidos no preço – e para reformá-lo. Ao comprar e reformar uma casa antiga, o proprietário não terá esse problema.

Como um bônus, os edifícios carregam identidade e qualidade em sua construção. As lajes tendem a ser mais espessas, proporcionando maior isolamento acústico. Os  ambientes são mais iluminados e arejados e alguns elementos próprios podem ser preservados na decoração, como revestimentos de pisos e de paredes, cobogós, esquadrias com venezianas e até mesmo louças sanitárias.

Ficou interessado? Que tal conferir as casas antigas disponíveis na Imobiliária Gabriel. Você encontrará muitas oportunidades!

Você já assinou algum contrato digital? Saiba o que diz a legislação

 

Desde 2002, os contratos digitais passaram a ter valor jurídico no Brasil. E cada vez mais empresas estão aderindo a essa modalidade. Especialmente as startups, como 99 Táxi, iFood e outras, que já nasceram dentro da realidade da assinatura eletrônica.

E no caso da Imobiliária Gabriel, ela é um passo fundamental na locação de um imóvel. Com a assinatura digital, todo o processo, à exceção da visita ao imóvel, acontece de forma online.

E é tudo feito com tanta agilidade, que uma pessoa que não conhece bem essa modalidade até se surpreende. Por isso, vamos responder às dúvidas mais comuns sobre a assinatura de contratos digitais.

O que é uma assinatura eletrônica?

A lei federal norte-americana ESIGN dá uma boa explicação. “Uma assinatura eletrônica é definida como um som, símbolo ou processo eletrônico, anexos ou logicamente associados a um contrato ou outro registro e executado ou adotado por uma pessoa com a intenção de assinar o registro”.

A assinatura eletrônica no contrato de locação é juridicamente válida?

Sim! A regra geral sobre contratos prevê que o negócio pode ser fechado tanto na forma de papel (“versão manuscrita”) como de forma digital (assinatura eletrônica). Ou seja, a assinatura eletrônica nos contratos é totalmente permitida pela lei.

Assinar de próprio punho não é uma exigência pra validade do Contrato de Locação e o de Administração da Locação.

A assinatura eletrônica nos contratos está 100% em conformidade com a lei. Entre elas a Medida Provisória 2.200-2; o Código Civil Brasileiro; Resoluções do Comitê Gestor do ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas) e Instruções Normativas do ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação).

Além disso, existem medidas de segurança especiais pra garantir a autenticidade e autoria dos contratos assinados pela Gabriel. Eles têm etapas mais completas e densas de identificação de usuários, se comparados aos praticados pelo mercado.

Mas por que usar assinatura eletrônica no contrato?

Pra agilizar o processo de locação do imóvel. Assim, o inquilino consegue se mudar mais rapidamente e o proprietário não fica com o imóvel parado gerando despesas. Não é mais necessário o vaivém de papéis que durava semanas.

Quanto tempo demora para fazer um contrato de locação com assinatura eletrônica?

Dá para fazer no mesmo dia, se inquilino e proprietário tiverem disponibilidade. Bastam que ambos conectados à internet via computador ou smartphone. E vale ressaltar: ambos podem estar em qualquer lugar do planeta no momento da assinatura.

Preciso baixar algum programa ou ter um certificado digital para usar a assinatura eletrônica?

Não. Você precisa apenas de um e-mail válido. A Gabriel cuida do resto.

Tenho que pagar alguma coisa pela assinatura eletrônica?

Não. Nada é cobrado.

O aditivo e o laudo de vistoria são assinados eletronicamente?

Sim, o aditivo é assinado eletronicamente. E o laudo de vistoria é enviado por e-mail na data da entrega de chaves.

Posso contestar o contrato depois de ter assinado eletronicamente?

Não. Todos os pontos devem ser negociados antes do momento da assinatura. Pra segurança de ambas as partes, o contrato assinado eletronicamente é armazenado por 5 anos. Nesse prazo, ele não sofre ajustes, o que garante a autenticação de autoria e sua integridade.

Que tal fazer todo um processo de locação sem sequer colocar os pés dentro de um cartório?

Como valorizar seu imóvel e vendê-lo mais rápido

 

Preparar sua casa para os compradores é importante. Isso não apenas garantirá que seu imóvel seja vendido mais rápido, mas pode aumentar potencialmente o seu valor

O home staging uma técnica muito utilizada nos Estados Unidos pode diminuir o tempo de venda do seu imóvel em cerca 50% e a valorização do imóvel com a aplicação dessa técnica pode chegar até 15% do valor real do imóvel

Pensando nisso separamos algumas dicas de home staging para ajuda-lo a preparar sua casa para a venda.

Não despersonalize o imóvel

Livre-se de todo o excesso de material acumulado em todos os cantos e recantos. Coloque no armazenamento ou dê para um amigo

As pessoas precisam ser capazes de imaginar como seria o imóvel se estivessem morando lá, então facilite a visualização do imóvel, mas não faça o imóvel parecer um hotel genérico; deixe um pouco de personalidade. Além de qualquer outra coisa, dá sugestões sem imaginação aos compradores sobre o que eles podem fazer com o imóvel

 

.

As pessoas muitas vezes estão comprando tanto um estilo de vida quanto um imóvel. Mostre-lhes o lado atraente do seu estilo de vida. Considere remover móveis volumosos que façam a sala parecer pequena e substitua-a por uma mobília menor
Uma nova pintura no imóvel

– Dando às suas paredes uma nova camada de tinta mais clara fará a sua casa parecer mais leve e maior
– Isso permitirá que os visitantes imaginem mais facilmente como eles adaptariam as salas às suas necessidades
– Será mais fácil para os compradores se mudarem e usarem os quartos imediatamente do que se as paredes ainda estivessem roxas ou azuis

Conserte e limpe o imóvel e seus arredores

– Faça quaisquer pequenos reparos necessários no imóvel – buracos nas paredes, maçanetas quebradas, azulejos rachados, tapetes rasgados ou surrados. Muitos compradores querem se mudar s

 

em fazer alterações no imóvel,
– Limpe tudo até brilhar – limpar e reparar o imóvel tornará o local mais atraente e permitirá que os compradores se imaginem morando lá
– Conserve o jardim – Embora isso não agregue muito valor à sua casa, é mais provável que ela seja vendida à medida que as pessoas se visualizam usando o jardim

Atualize a cozinha

Para muitos clientes a cozinha pode ser o comodo mais valioso de uma casa. Vale a pena dar uma atualizada nela, pois pode fazer a diferença para muitos compradores. Retire todos os aparelhos volumosos da cozinha

Faça com que o imóvel pareça mais bonito

Certifique-se de que as janelas estejam com persianas ou cortinas, pois as ja

 

nelas sem nada fazem com que um lugar pareça impessoal.
Plantas e flores trazem cor, vida e luz para um imóvel e também cheiram maravilhosamente. Tambem considere colocar tigela de frutas no balcão da cozinha

Escolha os cheiros certos

Maus cheiros são um dos maiores fatores de desinteresse para potenciais c

 

ompradores. Não os cubra, conserte a fonte do cheiro. Limpar os ralos, lavar as latas, abrir as janelas, arejar a cozinha dos antigos aromas culinários, livrar-se dos móveis que estão embebidos na fumaça do cigarro e lavar os lençóis sujos da cama.

Se você é um fumante, coloque tigelas de vinagre ao redor da casa e deixe de fora por três dias. Embora o vinagre cheire quando você abrir as janelas, ele desaparecerá rapidamente levando consigo a maior parte do cheiro de cigarro.

Por outro lado, os bons cheiros podem fazer com que um imóvel pareça uma casa sedutora. Embora possa ser impraticável assar pão fresco, bolos para cada cliente que visite a sua casa, talvez você possa preparar um café fresco.