Você já assinou algum contrato digital? Saiba o que diz a legislação

 

Desde 2002, os contratos digitais passaram a ter valor jurídico no Brasil. E cada vez mais empresas estão aderindo a essa modalidade. Especialmente as startups, como 99 Táxi, iFood e outras, que já nasceram dentro da realidade da assinatura eletrônica.

E no caso da Imobiliária Gabriel, ela é um passo fundamental na locação de um imóvel. Com a assinatura digital, todo o processo, à exceção da visita ao imóvel, acontece de forma online.

E é tudo feito com tanta agilidade, que uma pessoa que não conhece bem essa modalidade até se surpreende. Por isso, vamos responder às dúvidas mais comuns sobre a assinatura de contratos digitais.

O que é uma assinatura eletrônica?

A lei federal norte-americana ESIGN dá uma boa explicação. “Uma assinatura eletrônica é definida como um som, símbolo ou processo eletrônico, anexos ou logicamente associados a um contrato ou outro registro e executado ou adotado por uma pessoa com a intenção de assinar o registro”.

A assinatura eletrônica no contrato de locação é juridicamente válida?

Sim! A regra geral sobre contratos prevê que o negócio pode ser fechado tanto na forma de papel (“versão manuscrita”) como de forma digital (assinatura eletrônica). Ou seja, a assinatura eletrônica nos contratos é totalmente permitida pela lei.

Assinar de próprio punho não é uma exigência pra validade do Contrato de Locação e o de Administração da Locação.

A assinatura eletrônica nos contratos está 100% em conformidade com a lei. Entre elas a Medida Provisória 2.200-2; o Código Civil Brasileiro; Resoluções do Comitê Gestor do ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas) e Instruções Normativas do ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação).

Além disso, existem medidas de segurança especiais pra garantir a autenticidade e autoria dos contratos assinados pela Gabriel. Eles têm etapas mais completas e densas de identificação de usuários, se comparados aos praticados pelo mercado.

Mas por que usar assinatura eletrônica no contrato?

Pra agilizar o processo de locação do imóvel. Assim, o inquilino consegue se mudar mais rapidamente e o proprietário não fica com o imóvel parado gerando despesas. Não é mais necessário o vaivém de papéis que durava semanas.

Quanto tempo demora para fazer um contrato de locação com assinatura eletrônica?

Dá para fazer no mesmo dia, se inquilino e proprietário tiverem disponibilidade. Bastam que ambos conectados à internet via computador ou smartphone. E vale ressaltar: ambos podem estar em qualquer lugar do planeta no momento da assinatura.

Preciso baixar algum programa ou ter um certificado digital para usar a assinatura eletrônica?

Não. Você precisa apenas de um e-mail válido. A Gabriel cuida do resto.

Tenho que pagar alguma coisa pela assinatura eletrônica?

Não. Nada é cobrado.

O aditivo e o laudo de vistoria são assinados eletronicamente?

Sim, o aditivo é assinado eletronicamente. E o laudo de vistoria é enviado por e-mail na data da entrega de chaves.

Posso contestar o contrato depois de ter assinado eletronicamente?

Não. Todos os pontos devem ser negociados antes do momento da assinatura. Pra segurança de ambas as partes, o contrato assinado eletronicamente é armazenado por 5 anos. Nesse prazo, ele não sofre ajustes, o que garante a autenticação de autoria e sua integridade.

Que tal fazer todo um processo de locação sem sequer colocar os pés dentro de um cartório?

Leia Mais

Como valorizar seu imóvel e vendê-lo mais rápido

 

Preparar sua casa para os compradores é importante. Isso não apenas garantirá que seu imóvel seja vendido mais rápido, mas pode aumentar potencialmente o seu valor

O home staging uma técnica muito utilizada nos Estados Unidos pode diminuir o tempo de venda do seu imóvel em cerca 50% e a valorização do imóvel com a aplicação dessa técnica pode chegar até 15% do valor real do imóvel

Pensando nisso separamos algumas dicas de home staging para ajuda-lo a preparar sua casa para a venda.

Não despersonalize o imóvel

Livre-se de todo o excesso de material acumulado em todos os cantos e recantos. Coloque no armazenamento ou dê para um amigo

As pessoas precisam ser capazes de imaginar como seria o imóvel se estivessem morando lá, então facilite a visualização do imóvel, mas não faça o imóvel parecer um hotel genérico; deixe um pouco de personalidade. Além de qualquer outra coisa, dá sugestões sem imaginação aos compradores sobre o que eles podem fazer com o imóvel

 

.

As pessoas muitas vezes estão comprando tanto um estilo de vida quanto um imóvel. Mostre-lhes o lado atraente do seu estilo de vida. Considere remover móveis volumosos que façam a sala parecer pequena e substitua-a por uma mobília menor
 

Uma nova pintura no imóvel

– Dando às suas paredes uma nova camada de tinta mais clara fará a sua casa parecer mais leve e maior
– Isso permitirá que os visitantes imaginem mais facilmente como eles adaptariam as salas às suas necessidades
– Será mais fácil para os compradores se mudarem e usarem os quartos imediatamente do que se as paredes ainda estivessem roxas ou azuis

Conserte e limpe o imóvel e seus arredores

– Faça quaisquer pequenos reparos necessários no imóvel – buracos nas paredes, maçanetas quebradas, azulejos rachados, tapetes rasgados ou surrados. Muitos compradores querem se mudar s

 

em fazer alterações no imóvel,
– Limpe tudo até brilhar – limpar e reparar o imóvel tornará o local mais atraente e permitirá que os compradores se imaginem morando lá
– Conserve o jardim – Embora isso não agregue muito valor à sua casa, é mais provável que ela seja vendida à medida que as pessoas se visualizam usando o jardim

Atualize a cozinha

Para muitos clientes a cozinha pode ser o comodo mais valioso de uma casa. Vale a pena dar uma atualizada nela, pois pode fazer a diferença para muitos compradores. Retire todos os aparelhos volumosos da cozinha

Faça com que o imóvel pareça mais bonito

Certifique-se de que as janelas estejam com persianas ou cortinas, pois as ja

 

nelas sem nada fazem com que um lugar pareça impessoal.
Plantas e flores trazem cor, vida e luz para um imóvel e também cheiram maravilhosamente. Tambem considere colocar tigela de frutas no balcão da cozinha

Escolha os cheiros certos

Maus cheiros são um dos maiores fatores de desinteresse para potenciais c

 

ompradores. Não os cubra, conserte a fonte do cheiro. Limpar os ralos, lavar as latas, abrir as janelas, arejar a cozinha dos antigos aromas culinários, livrar-se dos móveis que estão embebidos na fumaça do cigarro e lavar os lençóis sujos da cama.

Se você é um fumante, coloque tigelas de vinagre ao redor da casa e deixe de fora por três dias. Embora o vinagre cheire quando você abrir as janelas, ele desaparecerá rapidamente levando consigo a maior parte do cheiro de cigarro.

Por outro lado, os bons cheiros podem fazer com que um imóvel pareça uma casa sedutora. Embora possa ser impraticável assar pão fresco, bolos para cada cliente que visite a sua casa, talvez você possa preparar um café fresco.

 

Leia Mais

CONFIRA ALGUMAS DICAS ESSENCIAIS PARA A REFORMA DA SUA CASA

 

Para uns, um sonho, para outros, um investimento. Independentemente da finalidade disso, a aquisição da casa própria ainda figura como uma das principais prioridades dos brasileiros. Devido ao esforço necessário para tirar esse projeto do papel, não é raro que boa parte das pessoas invista uma quantia considerável de tempo e dinheiro para deixar o imóvel da forma como sempre sonharam, de algum modo. Porém, é preciso ter em mente que, por mais que esse procedimento costume ser considerado mais simples do que uma construção do zero, ele também pode ser complexo. Assim, a melhor maneira de evitar que imprevistos aconteçam é se organizar e seguir algumas boas práticas adotadas pelos profissionais, de modo a reduzir as chances de que haja problemas.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas essenciais para reformar a sua casa:

Invista em materiais de construção de qualidade

Independentemente do projeto em questão ser uma reforma ou uma construção, o uso de matérias-primas de qualidade é fundamental para o seu sucesso. Afinal, de nada adianta ter um projeto feito por um profissional de renome na área se as pessoas responsáveis por sua execução não dispuserem das melhores ferramentas para executá-lo.

Por exemplo: digamos que o projeto em questão inclua a instalação de uma divisória de gesso em determinado cômodo. Caso ele seja de má qualidade, ele tende a apresentar problemas estéticos, como o amarelamento. Isso, por sua vez, faz com que a estrutura prejudique a estética de todo o ambiente.

Da mesma forma, é muito importante que esses materiais fiquem nas mãos de profissionais qualificados para as tarefas que eles se propõem a fazer. Do contrário, as chances de que o resultado final seja ruim são altas. Ainda no caso da divisória, é preciso que o indivíduo responsável por sua instalação tenha experiência com o material, e saiba o que fazer para que tudo dê certo.

Escolha o piso com muito cuidado

Há quem pense que a escolha do piso que será instalado em determinado cômodo é algo meramente estético. Isso, contudo, não é verdade, já que esse revestimento pode influenciar em outras variáveis, tais como:

  • Conforto térmico;
  • Conforto acústico;
  • Resistência;
  • Vida útil do revestimento.

Outro fator que deve ser considerado é a possibilidade de realizar reparos em determinadas matérias-primas. Por exemplo: no caso da madeira, a raspagem de tacos, seguida da aplicação de uma resina reparadora, pode deixar o revestimento como novo, sem a necessidade de substituí-lo. Assim, caso a sua prioridade seja ter um piso com uma vida útil acima da média, essa pode ser a melhor opção do revestimento.

Não se esqueça da manutenção das máquinas

Com os avanços constantes na tecnologia e sua consequente redução de preços, há cada vez mais máquinas usadas em casa para tornar o ambiente mais confortável. Um bom exemplo disso é o ar condicionado: como boa parte do Brasil está dentro de uma zona de clima tropical, é comum que os termômetros acusem altas temperaturas o ano todo. Assim, um aparato que seja capaz de refrescar determinado ambiente é bem-vindo.

Contudo, é preciso considerar que, por mais avançada que a tecnologia seja, ainda não foram criados equipamentos indestrutíveis. Isso, na prática, significa que é sempre necessário submetê-los a procedimentos de manutenção. É importante, por exemplo, procurar uma empresa de ar condicionado para realizar limpezas periódicas no interior do aparato, de modo a eliminar as partículas de sujeira que tenham se acumulado em seu interior durante o seu funcionamento. Deste modo, as chances de que ele acabe causando doenças em quem frequentar o espaço se reduzem drasticamente.

Conte com bons aparatos de segurança

A péssima situação da segurança pública brasileira é uma realidade que todos conhecem. Por conta disso, ao reformar uma casa, boa parte das pessoas se preocupa em implementar medidas que segurança que reduzam as chances de que o imóvel seja alvo de atividades criminosas.

Felizmente, o mercado oferece uma série de soluções nesse sentido. Por exemplo: pode-se contar com um portão automático basculante, que, por sua vez, é muito mais seguro do que um modelo manual. Afinal, além de a abertura e o fechamento acontecerem com muito mais rapidez, não será preciso descer do carro ou sair de casa para que isso aconteça, reduzindo a exposição dos moradores.

 

Vem para a Imobiliária Gabriel, na ativa desde 1982, estamos sempre buscando impactar positivamente na vida das pessoas, contribuindo, construindo e proporcionando a realização de sonhos.

Manda um alô para a gente 😉
(14) 2104 – 0800 ou via WhatsApp no (14) 99815 – 3646

Leia Mais

Jardim de Inverno: Tenha o seu

O jardim de inverno, é uma excelente opção para quem mora em apartamento ou em ambientes pequenos.

Vale ressaltar que esse jardim, é um ambiente criado para recreação em casa durante o inverno, daí vem o seu nome.

 

 

Um bom jardim de inverno precisa ser como uma continuação natural da casa, e pode ser uma área totalmente nova e incorporada ao seu estilo de vida e aos ambientes que
já existem, deixando o ambiente funcional.

 

 

As condições ambientais do interior de uma casa são bem diferentes das condições externas; Os fatores mais prejudicais na hora de escolhas suas espécies, são a
luminosidade, temperatura e umidade do ar. Por conta do ambiente, as plantas escolhidas para o seu jardim deverão suportar menor umidade do ar, luz natural reduzida. Em contrapartida, as plantas estarão protegidas de ventos fortes e de intensas variações térmicas.

 

 

Quanto custa um jardim de inverno?
Os orçamentos para um projeto de jardim de inverno podem variar bastantes. Para pequenos espaços os custos podem ser menores, já que demandam menos trabalho e
materiais mais em conta. Já para projetos mais amplos, que precisam de planejamento, escavamento e estrutura, os custos são mais elevados para o projeto como um todo.

É importante certifica-se que todas as alterações não vão comprometer a construção tanto do jardim quanto da sua casa. Fiação, encanamento e trabalho de manutenção em
um jardim de inverno devem ser realizados por profissionais, isso vai garantir resultados bons e seguros.

 

 

Dicas para mobiliar jardins de inverno
Um pequeno jardim de inverno deve ser decorado com leveza, com objetos minimalistas, o que não compromete o conforto e faz do ambiente um lugar agradável.

Para jardim de inverno maiores, pode ser utilizado mobiliários mais expressivos, não esqueça sempre tenha na cabeça as configurações de tamanho do espaço, cores suaves
são um complemento o que pode tornar o jardim de inverno uma sala multiuso.

Evite escolher modismos que possam ficar ultrapassas rapidamente, e mantenha uma luz discreta, o que pode ajudar a dar novas funcionalidades para o ambiente de forma
rápida e fácil.

 

Leia Mais

5 casas pré-fabricadas para se inspirar

As casas pré-fabricadas são uma espécie de quebra-cabeça: seus componentes são produzidos industrialmente um a um e se encaixam com perfeição quando chegam ao canteiro de obras. Engana-se quem pensa que elas podem ser apenas de madeira. Hoje em dia elas aparecem também na versão de blocos de concreto e quem diria, containers. As opções de casas disponibilizados pelas empresas são tipo chalé. Alguns fabricantes aceitam encomendas 100% personalizadas, desenvolvidas pela equipe da própria construtora ou por um arquiteto contratado pelo cliente. Se você está cogitando a possibilidade de adquirir uma dessas, separamos cinco modelos para você se inspirar. Confira:

Blocos de concreto

c1

c2

Se você é daqueles que ao escutar “casa pré-fabricada” já imagina uma casa simples de madeira, você está errado. A obra dessa casa de 192 metros quadrados na Vila Madalena, em São Paulo, demorou quatro meses para ficar pronta e empregou basicamente estrutura metálica e blocos de concreto, custando cerca de R$ 235 mil. O lugar apresenta grandes vãos com esquadrias envidraçadas: eles integram os ambientes internos ao verde lá fora, multiplicando a área da construção. Um resultado excelente!

Sustentável

c3

c4

Feita com placas pré-fabricadas de concreto, unidas em painéis que substituem os pilares, as vigas e a alvenaria, essa casa de 50 m², chamada Aqua e desenvolvida pela Inovatech, foi erguida em 19 dias. Seu conceito é ser amiga do meio ambiente,com expectativa de reduzir 30% no consumo de energia. Ela apresenta uso calibrado da iluminação e da ventilação naturais, componentes com certificação ambiental, telhado verde, captação de chuva e gestão automatizada de energia e de água para molhar o jardim. O sistema de fabricação proporciona montagem rápida e ampliação por módulos: conexões parafusadas entre os componentes possibilitam a desmontagem, o transporte e montagem em outra localização. Incrível, não é mesmo?

Casa de campo

c5

c6

Essa casa de campo pré-fabricada é um projeto do MAPA, escritório com um braço em Porto Alegre e outro em Montevidéu, no Uruguai, uma ideia que conquistou prêmios e adeptos no Brasil e no exterior. A Minimod propõe uma nova experiência de design elaborado somado à fabricação racionalizada: feita com painéis maciços de pínus reflorestado e tratado, transformados em módulos de 3 x 3 x 3 m, ela se permite assumir vários formatos. Observe que a fachada não tem janelas e o fechamento com painéis de vidro permite o luxo do intercâmbio entre refúgio e natureza. Boa parte do mobiliário é estrutural, como o módulo da cozinha, onde um armário abriga fogão, geladeira e espaço para mantimentos.

Chalé

c7

c8

Projetada pelo arquiteto e designer Sergio Rodrigues nos anos 1990, a cabana pré-fabricada de madeira de 90 m² está localizada em Secretário, vilarejo na região serrana do Rio. A designer Regina Kato, autora do décor do espaço, fez poucas mudanças na estrutura. O local é um verdadeiro refúgio para seus proprietários. O mais curioso de tudo? Não existe luz elétrica, por isso, a transparência é essencial para ampliar a entrada de luz natural. O charme fica ao entardecer, por conta das velas espalhadas para iluminar o ambiente.

Casa container

c9

c10

Essa é a primeira casa container do Brasil, projetada pelo arquiteto Danilo Corbas, fundador do escritório Container Box, na Granja Viana. Com uma área de 196 m², dos 860 m² do terreno, a casa foi feita com quatro containers marítimos de 40 pés. O local possui dois andares, três quartos, sala de estar, sala de jantar com cozinha integrada, escritório, três banheiros, área de serviço, garagem coberta e varandas. Além do caráter inovador, o  projeto também possuí apelo sustentável, uma vez que usa containers em desuso. Conclusão: uma economia de recursos como areia, tijolo, cimento, água e ferro – o que consequentemente diminui o volume de entulho gerado pela obra.

Fonte: Habitissimo

 

Leia Mais

Limite para financiar imóvel com FGTS poderá ser prorrogado

Limite de 1,5 milhão de reais estava previsto para acabar no fim deste ano

O limite de R$ 1,5 milhão para o financiamento de imóvel com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), previsto para acabar no fim do ano, poderá ser prorrogado, disse hoje (19) o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Em café da manhã com jornalistas, ele informou que o governo está estudando a medida.

“Há uma boa possibilidade de prorrogar o limite se a questão for analisada”, declarou o ministro. Responsável por regulamentar a questão, o Conselho Monetário Nacional (CMN) – formado por Meirelles, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, e o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn – se reunirá na próxima quinta-feira (21).

Em fevereiro, o CMN tinha elevado para R$ 1,5 milhão o teto de imóveis que podem ser financiados com recursos do FGTS em todo o país.

Até então, o fundo poderia ser usado para financiar a compra de unidades de até R$ 800 mil, na maior parte do país, e R$ 950 mil no Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Imobiliária Gabriel

Imobiliária

Bancos
Meirelles também confirmou que o governo discute a elevação, para R$ 1 milhão por investidor, do limite de cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) pelos próximos quatro anos.

Criado em 1997 para proteger clientes de bancos que quebram, o FGC atualmente só cobre investimentos de até R$ 250 mil por pessoa.

Pela proposta aprovada ontem (18) pelas instituições financeiras que contribuem para o FGC, a cobertura subiria para até R$ 1 milhão por investidor, limitada a R$ 250 mil por instituição financeira.

Dessa forma, quem tiver quatro investimentos de até R$ 250 mil em quatro instituições diferentes estará garantido.

Para entrar em vigor, a decisão precisa ser homologada pelo Conselho Monetário Nacional. Segundo Meirelles, o CMN terá de analisar a capacidade do fundo de honrar os compromissos.

No entanto, ele disse que um eventual pagamento de R$ 1 milhão a vários investidores seria uma situação extrema e só ocorreria em meio a uma crise de grandes dimensões no sistema financeiro.

“Para que isso [o limite de R$ 1 milhão] seja atingido, seria necessária uma crise sistêmica de grandes dimensões. Só se falirem todos os grandes bancos. Há décadas que isso não acontece e são eventos raros. Não vejo risco de isso acontecer hoje. Os bancos brasileiros são sólidos e cumprem, com folga, os requisitos de capital mínimo”, concluiu o ministro.

Fonte: Exame

Leia Mais

Como não errar na decoração do seu quarto

Quarto de casal

– A decoração de quarto de casal é uma das mais complexas

q 3

De todos os ambientes de uma casa, planejar a decoração do quarto de casal é uma das mais complexas. Para começar, é preciso conciliar o gosto e as necessidades de duas pessoas, a decoração do quarto de casal simples e barato é possível, se você seguir algumas dicas.
Investir em uma boa cama de casa, seja ela box ou não, é um dos primeiros passos. Para uma decoração do quarto de casal pequeno é preciso aproveitar os espaços. Pensar no descanso e relaxamento do casal, aposte em um bom colchão, roupa de cama e enxoval bem escolhidos e, com travesseiros confortáveis.. Se espaço não é problema, a decoração de quarto de casal planejado também pode contemplar camas maiores, como a queen size, king size.

q 1

Para ter um quarto de casa completo, não se esqueça do guarda-roupa de casal, tenha ele 2 portas ou 4 portas, o importante é manter a organização de guarda-roupas. A decoração de quarto de casal com closet também não muda muito, veja dicas de organização e mantenha sua rotina mais funcional no quarto de casal. Se espaço não é problema no quarto de casal com closet e banheiro, procure por ideias e faça você mesmo a arrumação deste ambiente.

q 4

Os acessórios também são importantes, para decorar um quarto de casal moderno, criados mudos, com abajur, almofadas, tapetes para quarto, cortinas, persianas e até quadros e espelhos. Modelos de quartos pequenos também não ficam de fora, para a decoração de um quarto de casal jovem, basta acrescentar cores e formas ousadas e de muita personalidade.

q 2

Se a ideia é ter uma decoração de quarto de casal romântico, as paredes também não escapam, além de escolher as melhores cores para quarto de casal, você também pode apostar numa decoração de quarto de casal mais aconchegante, com papel de parede para quarto de casal. Para não errar, não deixe de ver modelos de quarto de casal e de pesquisar para o quarto de casal feng shui.

q 5

www.imobiliariagabriel.com.br

Leia Mais

Caixa anuncia novas taxas para financiamento imobiliário

 

A Caixa Econômica Federal anunciou, na última terça-feira (8), uma redução de 0,25% ao ano na taxa de juros para pessoa física. Além disso, houve a diminuição da cota mínima de financiamento dentro do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Essa redução será aplicada em todas as linhas de financimento imobiliário.

Para os clientes que forem comprar um imóvel novo, ou na planta, cuja a construção tenha sido financiada pelo órgão, e fizeram a opção de receber o salário pelo mesmo, o banco vai oferecer taxas de juros especiais, as mesmas oferecidas aos servidores públicos. Dessa maneira, as taxas passariam de 11,22% para 9,75%, para os imóveis que se encaixam no Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Já para os imóveis que se encaixam no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), cai de 12,5% ao ano para 10,75%.nova-tabela

De acordo com a Caixa, essas medidas são um reflexo da diminuição da taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia). O objetivo é auxiliar no aumento da venda de imóveis novos de construtoras parceiras e também atrair novos clientes para a insituição, com condições especiais no financiamento imobiliário.

A Caixa disponibilizou R$ 93 bilhões para o crédito habitacional, neste ano, e já aplicou R$ 66,2 bilhões. A expectativa é aplicar R$ 26,8 bilhões até o final do ano.

Apoio à construção civil

Já para o segmento de pessoa jurídica, o banco diminuiu a taxa de juros em 1% ao ano em todas as suas faixas de relacionamento. Sendo assim, as taxas para Micro e Pequenas Empresas (MPE) passam de 14% para 13%, já as Médias e Grandes Empresas (MGE), cairam de 13,5% para 12,5%.

O banco implantou também o sistema de taxa segregada por rating, para o segmento corporativo, que visa beneficiar as empresas com alto índice de relacionamento com a instituição. Com a medida, a redução de juros, de acordo com o relacionamento, pode chegar até 1,5% ao ano. Para empresas com rating A, a taxa deve variar de 12,5% para 11%. Para empresas com rating B e C, as taxas mínimas chegarão, respectivamente, a 11,5% e 12%.

Para imóveis enquadrados no SFI, o banco modificou a remuneração do Correspondente Caixa Aqui (exceto repasses), padronizando em 1% o valor do financiamento, com limite de R$ 2 mil nas operações do FGTS e sem limite para o SBPE.

Em tempo

Além da redução de juros e taxa especial, a Caixa promoveu melhoria de condições no financiamento de imóveis para pessoa física. O limite mínimo de financiamento no SBPE passou de R$ 100 mil para R$ 80 mil. A medida busca atender o mercado de unidades habitacionais nessas faixas e vale para imóveis novos e usados, dentro do SFH e SFI.

O limite do SFH para imóvel residencial é R$ 650 mil, para todo país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde é de R$ 750 mil. Os imóveis residenciais acima dos limites do SFH são enquadrados no SFI.

caixa

Leia Mais